terça-feira, outubro 19, 2010

Juliet, naked

Sexta à noite: Compro Juliet, Naked, depois de um longo jejum de livros.
Sábado de manhã: olho pra Juliet, Naked com desconfiança, pois detestei Uma longa queda
Sábado, pouquinho mais tarde da manhã: carrego Juliet, naked pro quintal. Vou fumar um cigarro e decido dar uma passadinha de olho
Sábado, meio dia: Estou no terceiro capítulo de Juliet, Naked, sem nem pensar em parar.
Sábado à tardinha: Estou delirando, querendo saber onde todos aqueles fodidos vão parar. O namorado ameaça me dar o bilhete azul se eu não lhe der atenção, o cão ameaça engolir o próprio rabo se eu não lhe der atenção, os gatos não ligam nem um pouco se eu lhes dou atenção ou não. Não consigo atender a nenhum deles, pois estou hipnotizada por Nick Hornby.
Sábado de madrugada: Leio a última linha de Juliet, Naked e fico puta da cara porque não entendi o final.

Desde domingo que estou com cara de bolinha, tentando achar uma resposta cartesiana. Nunca me dei bem com finais interpretativos. Por favor, me expliquem, por favor, eu preciso de algo um pouco mais preto no branco do que aquilo, porque não estou conseguindo absolutamente me concentrar em Orgulho e Preconceito e Zumbis.

7 comentários:

sasse disse...

ooooooooooooh você tá lendo o livro dos zumbis!
que emocionante!!!

(não li esse da juliet ainda, se ler te conto)

beijos!

Dani disse...

Su, não li esse. Também andei meio decepcionada com os últimos e tenho passado por ele na livraria e dixado prá lá... Vou comprar.
Bjs.

Fulano disse...

Suza, to em sampa ate sabado. Vamo sair com Jan, me liga no 21-9841-7091 ou manda mensagem - Magno Jacobina

Joana disse...

Orgulho, preconceito e zumbis é bonito pra enfeitar a estante, mas achei impossível de ler...

Momento Descontrol disse...

Me explicar o final, que é bom, ninguém explica né?

Thiago Padula disse...

Faz um tempo que eu li, então não lembro do final. Mas eu acho que também não entendi na época.

Momento Descontrol disse...

Gahhh, socorro.