quarta-feira, outubro 31, 2001

Lavi agora deu para ser o Joselito da vez. O "sem noção". Todos os dias, religiosamente, cumpre seu ritual: chega sorrateiramente com seu dedo-duro (veja bem, eu disse DEDO), posiciona-o estrategicamente e desce com força o dedão no meu ombro. Uma, duas, três vezes. Poucas coisas no mundo me tiram mais do sério do que cutucos no ombro (sim, eu falo cutucos mesmo. Não tá certo mas é mais legal). Já tentei atíngi-lo com bolinhas de papel, água, um abridor de carta e um grampeador. Nada funcionou. Já tentei cutucá-lo também, mas ele não liga. Estou desenvolvendo uma síndrome terrível, que me faz olhar para trás de cinco em cinco minutos e ter sonhos com cutucos no ombro.
Deixo aqui o meu apelo: o que eu faço para acabar com esse tormento? Eu sei que alguns amigos do maleta dão uma lida nisso aqui de vez em quando, por isso peço: socorro.
Vi o trailer novo do Harry Potter.
Não aguento mais esperar...
Melhor cobertura do Free Jazz: Fábio Sasseronnnn- designer, editor de textos, vestibulando e toxicomâno em potencial.
Justiça suspende a obrigatoriedade do diploma de jornalismo
Maravilha. Não podiam ter feito isso antes de eu passar 5 anos da minha vida trancada naquele cafofo, ralando continuamente para pagar?
Acho isso uma bosta. Faculdade não serve pra ensinar a profissão, pelo menos não jornalismo, eu sempre acreditei nisso. O pouco que eu sei - que segundo o Stimpy é dar copy-paste, aprendi trabalhando mesmo. Faculdade serve pra quatro coisas, apenas:
- Conseguir cela especial
- Experimentar drogas pesadas
- Ter umas experiências de vida bacana
- Conhecer amigos pra vida inteira

Mas o que vai ter de mané querendo dar pitaco em jornal agora é que vai ser foda. Tem muito nego por aí pensando que tem talento literário. E a gente vai ter que engolir.
Ainda não decidi se acho isso bom ou ruim. Agora acabou a exploração do jornalista pela lei bem louca, pelo menos.
Mas eu acho que vai virar obrigatório de novo logo, logo. Até parece que as faculdades vão deixar seus aluninhos debandarem com essa facilidade...
Engraçado gente que reclama do blogs dos outros né?
Se tá chato NÃO LÊ, caralho.
Tão simples, não sei por que complicar.
Lili-serviço badalação informa:

"O Santorão ficou do meu lado o tempo todo. E o cara nem é tudo isso, tá? Usa topete e mullets, como o Seinfeld. E tava com uma mina (bonitona, pero brega) que, depois q ele foi embora, ficou com outro cara tipo pit-boy.
Mas foi bom pra cair um mito: o Marcelo Serrado, q eu achava tudo de bom, é um trash bagaceira, q estava com uma loira brega demais, muito bêbado, se esfregando na pista.
Péssimo"


Eu vi a loira dele. Inclusive a Kelly empurrou a loira dele para a gente poder passar a mão nele. Vagaba no úrtimo mesmo. Mas meu... Eu amo aquele homem. De mullets, careca, fedido, de olheiras, até de sunga. Como vc mesma diz, eu piro nele.
Já o outro, acho que tem cara de mau-hálito, blargh.

terça-feira, outubro 30, 2001

Vcs sabiam que a minha semana só vai ter três dias?
Sim, a felicidade existe.
Enquanto isso o Gordo estava no show da Mix, aquela coisa xexelenta, cheia de adolescentes drogados que botam fogo nos banheiros e chutam outdoors machucando as criancinhas. Ele disse que a coisa não estava tão feia quanto apareceu na TV e ficou puto porque não conseguiu ver nenhum show que queria. Pelo menos o saldo foi positivo, para mim enquanto esposa: ele chegou à conclusão que é hora de progredir na vida e não quer mais se meter nesses programas de índio. Amém Jesus.
Sou uma pessoa muito chique no úrtimo agora. Fui ao free jazz, descoladíssima, e peguei na bunda do Rodrigo Santoro. Na verdade não deu nem pra encher a mão porque estava morrendo de vergonha, foi só uma pegadinha. Mas nunca mais lavo essa mão!!! que homem lindo meu deus do céu!!!
Mas voltando aos shows: fiquei até o final e, embora o fatboy não tenha tocado NADA do que eu conhecia, foi muito maravilhoso. Dancei feito uma epilética e nem fiquei com sono. Vi vários colunáveis e o show de graça do trio mocotó estava quase melhor que o dos djs. Cheguei em casa às sete e meia da manhã e acordei as sete da noite, ou seja, perdi meu dia de folga. Mas valeu a pena. Espero algum dia voltar a escutar do ouvido esquerdo.

domingo, outubro 28, 2001

Enfim, livre da clausura.
Agora vou lá curtir um fatboy delícia e amanhã FOLGAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!
Liberdade, ainda que pouquinho.
Final de semana na firma sereve para ouvir todas as músicas do seu diretório de MP3 sem ter que parar para atender ao telefone ou responder ao chefe ou estorvar os webmasters. E é isso que estou fazendo. Descobri que tenho oito músicas de uma banda punk muito, muito legal e que não sei que banda é essa ou como essas músicas vieram parar aqui. Mistééééério...
Ói eu aqui de novo, ralando
ói eu aqui de novo, para ralar.
Mais um dia lindo de sol que passo confinada na firma.
Delícia.

sábado, outubro 27, 2001

Po, eu tava me achando muito transgressora-anarquista-contra-o-sistema-erre-agá por fumar na janela da banheiro quando vi uma bituca caindo láááááá de cima. Saco. Cabou com a minha rebeldia.
Para completar, ainda estou ouvindo "7-11", do Ramones.
Ai, ai...

(O que foi? Vcs não acham essa música mó romântica????? É praticamente uma "Iracema" - Adoniran Barbosa, seus ignorantes - punk. Adoro)
Sim, minha última postada foi brega, cafona, melosa, dramática e piegas. Mas foi sincera. E quem tirar sarro vai ter uma série de pequenas furunculoses na região glútea, dolorosas e feias, que quando estourarem virarão hemorróidas. Essa é a minha praga para todos vocês, gente sem amor no coração.
Além disso, estou feliz por outra coisa também, muito mais importante. Hoje faz seis anos que eu beijei meu Gordo pela primeira vez. Digo isso porque quando beijei ele pela primeira vez já era loucamente apaixonada por aquele homem há, pelo menos, um ano.
É muito louco você pensar que vai passar a vida inteira beijando a mesma pessoa e achar isso perfeito. E não enjoar nunca. E ainda se surpreender com as coisas que ele faz, e ainda morrer de ciúme, e ainda ficar preocupada se ele passa um diazinho sem ligar, e ainda ter saudade o dia inteiro.
Eu nunca pensei que isso fosse possível.
Obrigada meu amor, por provar que não só é possível como também é a melhor coisa do mundo.
Ai, voltei. Passou a crise. É que hoje é sabado, tá um sol liiiiiiiindo e eu e o Stimpy estamos confinados aqui no BOL, uma coisa muito triste. Mas até que não tá ruim, agilizei umas paradas minhas, fui fazer as unhas na hora do almoço, fumei na janela do banheiro (super transgressor meu gesto). Tou numa nice de novo.

sexta-feira, outubro 26, 2001

Tenho recebido e-mails perguntando porque eu sumi do blogs. Bom, a verdade é que a tendência é eu aparecer cada vez menos por aqui... Nem por falta de tempo nem nada porque eu acho que tempo, quando precisa, a gente arruma. Mas é que tenho andado muito chateada, irritada, confusa. Tenho me achado muito burrona, frustrada, enfim, um saco. E não quero, amanhã ou depois, ler o que eu escrevi e pensar: "credo, que coisa mais chata". Pra que eu vou querer ficar lembrando de coisas chatas? Não quero mesmo. E como tenho certeza de que daqui pra frente tudo só vai ficar mais e mais chato a cada dia, não vou escrever mais sobre essas coisas. Quando eu conseguir dar um jeito na minha vida ou a vida der um jeito em mim, talvez eu tenha coisas interessantes para contar de novo. Por enquanto, acho que vou ficar só nas piadinhas mesmo.

terça-feira, outubro 23, 2001

Contribuição da Kelly, para ver se eu saro da irritação de alta periculosidade. Tou mordendo quem chegar perto. Mas, enfim, sempre rir:

A professora pergunta ao Pedrinho:
- Pedrinho, do que você tem mais medo?
- Da mula-sem-cabeça, fessora.
- Mas Pedrinho a mula-sem-cabeça não existe, é apenas uma lenda, você não
precisa ter medo.
- Mariazinha, do que você tem mais medo?
- Do saci-pererê, fessora.
- Mas Mariazinha o saci-pererê não existe, é apenas uma lenda, você não
precisa ter medo.
- Joãozinho, do que você tem mais medo?
- Do Mala men, fessora.
- Mala men?, nunca ouvi falar, quem é esse tal de Mala men?
- Quem é eu tambem não sei fessora, mas minha mãe sempre quando reza de
noite ela diz : " .. Não nos deixeis cair em tentação mas livrai-nos do Mala
Men..."
Ditado do dia:

Quem ama o feio é cego.
Lavi desvendando o segredo das mulherzinhas:

Muito legal essa história de tomar no mínimo dois litros de água por dia. Mas esqueceram de avisar sobre as oitocentas mijadas que você é obrigado a dar... Vou comprar uma sonda.
Hoje, definitivamente, eu não estou com o menor saco para brincadeirinhas.

segunda-feira, outubro 22, 2001

Momento madrinha descontrol: comprei um uniforme do São Paulo completo pro Mateus. Camiseta, shortinho e meião. Ele vai ficar tão liiiiiiiiiiiiiiiiiiiiindo!!!! Vou tirar um milhão de fotos e levar ele no estádio todo mês.
Eu tenho uma prima que é muito nóia. Vive entrando e saindo de clínicas de reabs. Eis o tipo de diálogo que rola na minha casa sobre o tema:
Eu: Mas ela é viciada em que, afinal?
Meu pai: Em maconha, é lógico.
Eu: Mas pai, maconha não vicia.
Pai: Isso é papo de maconheiro.
Passa minha mãe me cutucando e piscando o olho tipo uma doente de Parkinson e eu me calo, resignada. Santo Deus.
Mais uma da série "coisas surreais que eu só vejo nas arrancadas em Interlagos". Na última corrida que teve o mês passado o Gordo ficou frente à frente com o Maluf. Sim, aquele mesmo, aquele ilustre filho da puta que foi até o autódromo dar umas voltinhas em seu porshe-super-luxo-raríssimo-e-carérrimo.
Pois bem. Ontem teve corrida de novo e eu fui porque o marido ia correr e foi então que eu vi a cena mais insólita da minha vida: um Fiat 147 deu pau numa Mercedes!!! DUAS VEZES!!!!!! Na terceira o motorista da Mercedes, mais puto do que tudo, ferveu o carro e ficou lá parado na pista vendo sair fumaça do motor enquanto o 147 cruzava, mais uma vez, a chegada.
Nunca subestime o poder de um turbo, definitivamente.
Ditado do dia:

Em terra de cego quem tem um olho é caolho.

sexta-feira, outubro 19, 2001

Isadora me informa que acabou de encontrar com seu Carlinhos Marrom e que ele nada tem a ver com o Lenny Kréviz. Pra mim os dois continuam sendo exatamente iguais, só que um com barba e o outro sem.
Estresse de cu é rola, viu.
Saco.

PS: Até que dessa vez o de cu é rola fez algum sentido.
Trabalhar 12 horas contínuas no sábado e no domingo: duas folgas
Comer na mesa da firma porque não deu pra sair: uma gastrite e algumas licenças médicas
Digitar dia e noite, noite dia: uma tendinite fudida e 5 dias de licença médica com o braço engessado
Receber encomenda de serviço às oito da noite, PRA HOJE, sendo que vc ainda tem 482 coisas para fazer: NÃO TEM PREÇO
Sabe aquele papo de que uma imagem vale mais do que mil palavras?
É verdade!
O Lavi contou uma história enorme em apenas uma linha de emoticons do MSN.
Ditado do dia:

Quem com ferro fere não sabe como dói.

quinta-feira, outubro 18, 2001

Ditado do dia:

Quem ri por último é retardado.

quarta-feira, outubro 17, 2001

Dizem que é cafona, chato, bobo, ultrapassado, feio, mas quem nunca associou uma musiquinha que seja do Legião à uma parte importante da vida que atire a primeira pedra. O povo com mais de 30 talvez atire um monte. Mas azar o deles, que passaram a adolescência nos anos 80. Eu já chorei horrores, de alegria e de tristeza, ouvindo Legião. A música-tema do meu casamento (uma delas, porque são várias) também é do Legião. Já curti dor de cotovelo, paixão platônica, pé na bunda. Tudo escondido porque eu era punk e não podia, de jeito algum, gostar de Legião.
Enfim, hoje eu gosto de lembrar que essa época era legal, embora não suporte o povo que fica berrando "Toca Legiããããão" toda vez que vê uma rodinha de violão (que, aliás, é o mesmo povo que fica berrando "Toca Rauuuuul". Ai que nojo). Nunca comprei CD deles (mas tenho todas as fitas!!!), não chorei quando o Renato-mala-Russo morreu, não fui no show. Mas que eles fazem parte do "Suzete Soundtrack", não posso negar...
Esse amigo do Stimpy tem a manha. Pago o maior pau pras coisas que ele escreve. Mas essa aqui realmente deixou meu coração em pedaços. É isso aí mesmo, tintim por tintim, sem tirar nem por... Espero que ele não ligue pro copy+paste descarado, mas o que é bom é pra ser divulgado:

Vida

Você vive sua vidinha, se achando o tal, o diferente. Aí vêm as responsabilidades, os compromissos, os laços invisíveis que te prendem a pessoas e lugares.

Você os recebe de braços abertos.

Você um dia descobre que seu relacionamento, seu amor do dia-a-dia tem uma música tema. E é a singela, simples, bela e mais do que significativa "O Mundo Anda Tão Complicado" da Legião Urbana.

Incrível? Pois é. Não é uma música obscura do lado B de um compacto bootleg do Velvet Underground ao vivo no banheiro do Andy Warhol. Não é uma música folk de uma cantora belga desconhecida morta de uma overdose de heroína em Amsterdam.

É "O Munda Anda Tão Complicado" da Legião Urbana. Simples assim. Puro e simples.

Puro e simples como eu quero minha vida agora.

Amadurecer é bom. Em verdade vos digo - amadurecer é bom.
Depois de um período poético e um tantinho deprê, KK volta com corda total. É assim que eu gosto de te ver, mina!!!
QUE PORRA ACONTECEU COM O STAT=CLEAR, STIMPY??????
SOCORROOOOOOOOOOO!!!!
Estou aqui de plantão até a meia-noite então foda-se, vou blogar até quando eu quiser.
Carina não para de me tirar porque ontem confundi o Lenny Kravitz com o carlinhos Brown na capa da TPM. Mas não é piada, eles são iguais.
Mas que balela!!!
Existe um outro Momento Descontrol na Internet!!!
E o que é pior: a mina fala "amorginho"; "ai ti saudade do meu amorginho"; "agola" (= agora); "Sauuu" (=tchau) e por aí afora.
Não vou dar link pra essa baixaria.
Muita vergonha.
Carta dos Super Amigos ao Presidente dos EUA:


Excelentíssimo senhor presidente da república George W. Bush

Nós, os Super Amigos® , buscamos através desta, esclarecer nossa ausência em
11/09/2001, dia do terrível atentado terrorista que assolou nossa querida
nação.

Os Super Amigos® sempre zelaram pela segurança dos EUA, mesmo nos momentos
mais difíceis de sua história e nossa ausência no fatídico dia 11 se deu
por uma infeliz seqüência de coincidências relatadas a seguir:

* O Super Homem está tetraplégico.
* O Batman e eu parceiro Robin não podem sair de sua jurisdição(GhotanCity).
* Mulher Maravilha não conseguiu achar seu avião invisível (provavelmente
foi seqüestrado).
* O Homem Aranha estava participando das filmagens do seu novo filme e se
encontra desaparecido até hoje.
* O Popeye estava internado por ter comido um espinafre transgênico.
* O Homem Fluído está com cirrose.
* O Jaspion está em tratamento psiquiátrico pelo trauma que sofreu por ter
sido trocado pelos Pokemons.
* O Chapolim Colorado não conseguiu visto para entrar no país e foi barrado
pelo departamento de imigração (la Migra).
* O Mandraque estava na Argentina tentando consertar a economia do país.
* Os Super-Gêmeos estavam tirando fotos para a revista G-Magazine.
* O Homem Borracha estava trabalhando em sua fábrica de camisinhas e
resolveu dar uma esticadinha.
* O He -Man , em virtude da atual crise de energia, não pode mais gritar "Eu
tenho a força!!".
* Os Power Rangers se aposentaram para formar a banda Backstreetboys.
* Os Thundercats também entraram para o ShowBizz e atualmente são chamados
de Bonde do Tigrão e lançaram uma música em homenagem as colegas falecidos
Lessie e Rintimtim chamada "Só as cachorra!!!".
* O Tarzan não chegou a tempo porque o primeiro cipó para NY só passava as
11:00hs.
* O Capitão Planeta estava salvando as baleias.
* O Shazan não foi localizado(suspeitamos que seja um dos seqüestradores)

E como se tudo isso não bastasse, o Lanterna Verde estava no Brasil ajudando
o um time de futebol chamado Guarani a escapar do rebaixamento.

Atenciosamente...
Os Super Amigos®
Nada mais cafona do que pessoas pretensamente bem-sucedidas.
Agora, todos os dias, publicarei um ditado que foi distorcido pelo falso moralismo em sua verdadeira forma. Em primeiro, vai o que eu acho o melhor de todos:

Quem dá aos pobres, paga o motel
Caralho, são duas e meia da tarde, estou com um sono dos diabos e hoje eu vou ficar aqui até a meia-noite. Ai, tristeza.
Odeio papo de firma. Odeio falar de empresa, colegas, page views, otimização, servlet, padrões, atachado, prazos. Odeio almoço de negócios. Odeio uma hora apenas de almoço.
Adoro papo de firma. Adoro falar da paulista, dos namorados da Alexandra, do meu medo do Stimpy, da contratação do Rafa, dos Garotos Podres, da festa no heliporto do UOL, da viagem pra Brotas. Adoro quando a chefia fica de pilequinho e senta na nossa mesa (meros mortais) e diz que a gente é muito mais legal, ou quando o Big Boss não deixa a gente voltar pro trabalho alegando que ele é o chefe e ordena que a gente fique lá bebendo. Adoro saber que já faço parte da velha guarda.
Tem muita coisa legal aqui ainda e, apesar dos pesares, eu ainda me divirto horrores.

terça-feira, outubro 16, 2001

Como manter um nível saudável de insanidade:

1) No seu horário de almoço, sente-se no seu carro estacionado, coloque seus óculos escuros e aponte um secador de cabelos para os carros que
passam. Veja se eles diminuem a velocidade.
2) Insista que o seu e-mail é Xena.Princesa.Guerreira@nomedaempresa.com.br ou Elvis.O.Rei@nomedaempresa.com.br. ou ainda Jon.SeuNome.Jovi@nomedaempresa.com.br.
3) Sempre que alguém lhe pedir para fazer alguma coisa, pergunte se quer que fritas acompanhem.
4) Encoraje seus colegas de sala para fazer uma dança de cadeiras sincronizada com você.
5) Coloque a sua lata de lixo sobre a mesa e escreva "Entra" nela.
6) Desenvolva um estranho medo de grampeadores.
7) Coloque café descafeinado na máquina de café por três semanas. Quando todos tiverem superado o vício da cafeína, mude para expresso. Fazer isso repetidas vezes.
8) No canhoto de todos os seus cheques escreva "Ref. favores sexuais".
9) Sempre que alguém lhe falar alguma coisa, responda com "isso é o que você pensa".
10) Termine todas as suas frases com "de acordo com a profecia".
11) Ajuste o brilho do seu monitor para o que o nível dele ilumine toda a área de trabalho. Insista com os outros que você gosta desse jeito.
12) Não use pontuações.
13) Sempre que possível, pule ao invés de andar.
14) Pergunte às pessoas de que sexo elas são. Ria histericamente depois que elas responderem.
15) Quando estiver em um drive-thru, especifique que o pedido é para viagem.
16) Cante junto na ópera.
17) Vá a um recital de poemas e pergunte por que os poemas não rimam.
18) Descubra onde o seu chefe faz compras e compre exatamente as mesmas roupas. Use-as um dia depois que o seu chefe usá-las. Isso é especialmente efetivo se o seu chefe for do sexo oposto.
19) Mande e-mails para o resto da empresa para dizer o que você está fazendo. Por exemplo: "Se alguém precisar de mim, estarei no banheiro, na cabine #3".
20) Coloque uma tela de mosquitos ao redor do seu cubículo. Toque um CD com sons da floresta durante o dia inteiro.
21) Com cinco dias de antecedência, avise seus amigos que você não pode ir à festa deles porque não está no clima.
22) Ligue para o CVV e não fale nada.
23) Faça seus colegas de trabalho lhe chamarem pelo seu apelido, Duro na Queda.
24) Quando sair dinheiro do caixa eletrônico, grite.
25) Ao sair do zoológico, corra na direção do estacionamento gritando "Salve-se quem puder, eles estão soltos!".
26) Fale para o seu chefe "não, são as vozes na minha cabeça".
27) Na hora do jantar, anuncie para os seus filhos: "Devido à nossa situação econômica, teremos de mandar um de vocês embora".
28) Todas as vezes que você vir uma vassoura, grite "Amor, sua mãe chegou!".

segunda-feira, outubro 15, 2001

Por que será que quando vc anda muito de barco, quando vc volta tudo continua balançando igual quando vc tah dentro do barco????
Praias maravilhosas, cerveja geladíssima, som da melhor qualidade, peixes deliciosos, pessoas - em sua maioria - amadíssimas, gargalhadas à beira da fogueira, exfoliante natural, banhos gelados e uma madrugada temerosa na estrada. Depois de um puta final de semana, o que mais me marcou e estou recordadando a cada segundo é essa DOR FILHA DA PUTA no corpo inteiro... MALDITA TRILHA.

quinta-feira, outubro 11, 2001

Eu vou;
Eu vou
pra ilha agora eu vou
Lalalala-la
Lalalala-la
Eu vou, eu vou, eu vou

quarta-feira, outubro 10, 2001

Olha o povo da caceta mercantil botando a boca no trombone!!!!
Não podia existir alegria maior: o Ross é mesmo o pai da criança.
Isso que dá comemorar antes da hora. Tá trovejando horrores. Merda.
Republiquei meus arquivos e comecei a ler as coisas velhas. puts, eu era tãaao mais legal antes... Mas também minha vida era bem mais emocionante. E como ninguém lia mesmo, eu escrevia tudo que vinha na telha. Acabei me vendendo pra audiência. ê laiá.
Esse Wally foi uma das coisas mais engraçadas que eu já vi na Internet desde que comecei a usa-la. Eu e o Sassê até pensamos em uma iniciativa dessas semana passada, mas desistimos porque tava difícil. Mas a gente NUNCA ia conseguir fazer algo tão bom assim. Salve Wally.
Falta só um dia e meio. Calma.
O tempo tá abrindo.
Que lindo, que lindo, que lindo.

terça-feira, outubro 09, 2001

Descobri o jogo do pinguim.
Que coisa fantástica e maldita. Não consigo ir pra casa!!
Felicidade pura e plena. Lucila amada por todas as fibras do meu coração me ligou. Diretamente de Londres para a SenzalaBOL!!! Merda, que saudades!!! Pai do céu, faz ela voltar logo, faz?
Como sábios já disseram outrora, gente burra é uma merda. Mas gente burra, folgada e metida à malandra é uma merda descomunal.
Putaqueopariu.

segunda-feira, outubro 08, 2001

Eba!
Vou ter que ficar um mês sem beber e rezar um terço, mas vai valer a pena.
Obrigada, querido Deus.
Ai que raiva. Por que justo quando a gente tem viagem combinada, carro alugado, casinha alugada na ilha e tudo mais, estoura uma guerra idiota??? Hein??? Por que??? E o pior é que eu já vou perder o feriado de 02 de novembro, pelo mesmo motivo. Na verdade eu não peguei o plantão nesse findi, mas estou reclamando antecipadamente com medo de pegar.
Por favor, Deus, me livre dessa que eu fico um mês sem beber e ainda rezo um terço todinho.
Retroceder nunca, render-se jamais

Depois muito, muito, muito, muito tempo sem fazer nada decente nos meus finais de semana, fiz uma baladinha delícia na sexta, digna de uma mocinha da minha idade. Talvez um pouco menos, mas isso não importa. Fui ao show do Jorge Ben na USP, de grátis, com a Clau, o Jorge e todos os amigos hippies do Jorge. Típico programa dos primeiros dois anos de facul: encontro e cervejas no Puppy, pra aquecer, e dois busungos pra chegar na USP. Fazer xixi no matinho com as amigas fazendo cabaninha que não cobre nada. Passar o frio do cão que faz na USP e que nenhuma blusa é capaz de combater. Encontrar meu primo Gustavo bebaço. Correr dos caras bem loucos que saem do mato. Por fim, ver o sol nascer e ir pra padaria tomar mais cerveja e depois ir pra casa dormir as 07:30 da manhã.
Pode parecer um puta programa de índio, mas foi ótimo pra eu me lembrar de que não tenho 48 anos.

sexta-feira, outubro 05, 2001

Almoço bem legal hoje!
Conheci a Lili e outros amigos do Lavi. A Claudinha, malandra, já conhecia todo mundo. E o melhor de tudo foi que a gente não ficou falando de blogs em momento algum. Confesso que estava com medo de ser uma coisa meio nerd, tipo encontro de amigos virtuais. Só fizemos coisas boas, como falar mal de pessoas chatas e relembrar a Anaconda.
Siiiiim. É nóis na fita!!! Eu e a Lu em momento Kodak! E tem mais eu aqui. Tou me achando pra caralho.
Mais um da série "se vc quer rir, põe o dedo aqui". O Rafa que me mandou.

quinta-feira, outubro 04, 2001

A preguiça é um inimigo poderoso. Sempre vence. Que Antraz que nada. Deviam tacar uma bomba de preguiça no mundo.

quarta-feira, outubro 03, 2001

Não deu pra não plagiar:

Vi Right Said Fred na MTV ontem. Leio que os caras lançaram um novo single. Eu digo:


I'm too sexy for my blog
Too sexy for my blog
So sexy it hurts


And I'm too sexy for your mail
Too sexy for your posts,
your links and your tail (rimou?)


' Cause I'm a blogger, you know what I mean
And I do my little turn on the blogwalk
I'm a blogger, you know what I mean
And I do my little turn on the blogwalk


E desencana porque não vai ter foto sem camisa.

(Posted by Ultrablog at 5:08)







Alexal achou várias fotos antigas da firma. Todo mundo viu as fotos e ficou saudosista. A gente era feliz e o pior é que a gente sabia.
Eu pelo menos era, e muito: trabalhava de frente pro metrô, do lado da faculdade, do stand center e da compact blue. Trabalhava na Paulista. Ia almoçar no centrão da cidade com o Huan e a Ju. Quando a gente ficava até de madrugada, o patrão chamava a pizza. O fumódromo ficava no mesmo andar e sempre ficava lotado. Mesmo quem não fumava ia lá fazer um pit stop. Os meninos andavam descalços e faziam guerrinha de bonecos. Tinha gente que dava cambotas no meio da firma. A gente usava muito a expressão firma. Toda semana tinha bolinho com guaraná. A firma ficava pertinho dos botecos da faculdade e a gente podia ir lá tomar uns goles se a labuta estivesse chata. Eu conseguia chegar em casa à tempo de ver "Os Simpsons". Enfim, como já diria o Thaíde: Ah, que tempo bom, que não volta nunca mais...
Ainda sobre eu ser esotérica. Esse ano acho que fui só umas 2 vezes no médico e, mesmo assim, porque estava precisando muito. Eu consigo ficar 2, 3 anos sem ir no médico. Odeio médico. Em compensação, só esse ano já fui na taróloga duas vezes, na astróloga mais duas e em uma aula de relaxamento, pra conhecer. Pelo menos a minha alma tá super saudável. Já o resto...
Comprei um baralho de tarô. Me aguardem que agora eu vou saber tudo da vida de todo mundo. Minha astróloga disse que sou muito sensitiva.
Na verdade estou super esotérica. Tive um ataque consumista descontrol na lojinha, quase comprei um tapete de palha que nunca ia usar. É que eu preciso de muito equilíbrio interior, muita paz, muito hare-hare. Não quero nunca virar uma workaholic, que anda com muitas e muitas pastas debaixo do braço e o celular na orelha o dia inteiro, fumando 2 maços de cigarros por dia. Quero continuar sendo zennn, do tipo que é capaz de ficar 8 horas contínuas deitada na praia e que, na hora de tomar uma decisão importante, vai na astróloga.
NÃO é o meio que faz o monge.

terça-feira, outubro 02, 2001

Lili está chateada com a moça que deixa cair gotinhas no banheiro da firma dela. Ah, Lili, se tu soubesse o que a gente tem que aguentar aqui...
O mínimo que eu posso dizer é que a nossa privada lança jatos d'água pra fora cada vez que é acionada a descarga e a água que sai da pia é cor de terra. Isso porque eu só estou contando o problema da tubulação. Nem queira saber do resto.
Eu não costumo comentar meus feitos trabalhistas, mas hoje subi uma foto do Jader Barbalho muito garoto maroto. Adorei!!

segunda-feira, outubro 01, 2001

Kelly foi macha de confessar que gosta de N'Sync e Janet Jackson (ugh!!). Eu também preciso confessar meu pecadinho do dia (nada tão grave quanto Janet Jackson, claro)... Eu gosto de CPM-22. Chegou o cd para o MPBol e eu tou aqui ouvindo e achando tudo superlegal. Tudo bem que o refrão das músicas é "então tá, vou te buscar, sei que agora vai rolar...", mas e daí? Meu ouvido gostou. Me lembra Plebe Rude e 365. E eu gostava de ambos. E rock nacional nunca primou pelas letras mesmo.
Ora, que diabos??? Por que estou me explicando????
Já tenho um ingresso pro Free Jazz, lalalaialaia-lá.
Delícia passar um fim de semana inteirinho debaixo do cobertor assistindo à Maratona Friends, no sábado, e um tantão de filmes no vídeo, no domingo. E dormindo muuuuuuuuuuuito nos intervalos entre uma coisa e outra. Tou com dor no corpo de dormir.
Finalmente assisti "Vamos Nessa". Ducaralho, ducaralho, ducaralho!!!!
História legal, atores legais, trilha sonora legal, tudo legal!
Nota 10!!
Ai, as coisas que sou obrigada a ouvir:

Kelly, 11:23 am: aaaaaaaaamo a música Pop do N'sync. se eu pudesse saia dançando aqui no meio dos executivos

HAHAHAHAHAHAHAHAAHAHHAHAHAHA
Vou ficar rindo até amanhã de manhã!!!
De que adianta passar o domingo fazendo touca térmica, passando "creme revitalizador de máxima potência" e "extrato de brilho extra forte" na cabeleira se, na segunda-feira, vai cair uma chuva da porra e eu vou ficar 40 minutos no ponto de ônibus pra chegar na firma??? Não adianta mesmo querer ser fina nessas condições. Cansei de ser pobre e morar longe.