sexta-feira, novembro 05, 2010

Beber, cair, levantar



Isso é tão, tão, tão verdadeiro. O tempo é mesmo uma coisa mágica, se tivermos paciência para esperar que ele passe. Lava e desinfeta tudo melhor que lysoform.

Às vezes eu me olho no espelho e me estranho, levo um susto com aquela pessoa que desconheço (em parte porque estou gorda), que pensa e age de um modo totalmente novo. Daí fico com medo e tento me encaixar na pessoa que eu já fui, que eu conheço bem. E simplesmente não encaixo.

E então começo a pensar nas pessoas que faziam parte de mim, que eram minha órbita e meu porto seguro. Sem elas, eu achava que ficaria sem ar, sem rumo, sem lenço nem documento e sem as quais eu jamais conseguiria viver. Elas se foram e eu continuei respirando. Verdade que perdi o rumo, arrebentei a cabeça, arrebentei os dedos de tanto dar murro em ponta de faca, arrebentei principalmente o coração e fiquei bem pertinho de morrer. Mas nem morri, ó.

Dormi, acordei, dormi de novo e daí um dia tinha passado. De um jeito tão absoluto e definitivo que chega a ser cruel. Não como se nunca tivesse existido, isso é balela. Felizmente nada que fez parte de nós some como se nunca tivesse existido. Sumiu levando embora toda a dor, desespero e angústia e me deixou diferente. Com coragem suficiente para admitir que é tão melhor assim como é hoje.

Levei o maior susto do mundo quando me dei conta de que todas aquelas fotos, presentes e cartas não me diziam absolutamente mais nada. Pareciam pertencer a outra pessoa - e acho que pertenciam mesmo, aquela eu de cinco, dez anos atrás. Assustei também com o quanto foi fácil jogar tudo fora junto com as roupas que não servem mais.

No fim das contas acho que é isso mesmo, né? A vida é igualzinha um guarda-roupa. Se a gente não admite que aquelas roupas às quais temos o maior apego estão feias, puídas ou não servem mais, não consegue nunca espaço pras roupas novas, lindas e ricas.

8 comentários:

bjomeliga disse...

Queria dar um beijo na sua boca tipo AGORA! Te amo, Su!

Lisa disse...

O tempo a gente até aprende que é mágico, mas agora haja ansiolítico pra conseguir não pensar enqt ele passa :~
:*

Lanny disse...

Adorei, adorei, adorei... justo o que precisava ler hoje. Perfeito.

Fernanda disse...

Nossa, no momento em que meu coração não está nem costurado, simplesmente porque não consigo achar os pedaços, esse post foi um carinho.

Isa disse...

post perfeito, su!

girlsexy disse...

Hi! friend, Could you exchange link with my site? it is new, do hope our job will be bether then now if we exchange link together
Here's mine
http://khdoc.blogspot.com/

http://khmergay.nibblebit.com/
http://amangay.blogspot.com/

thank for your kindness

Nira disse...

Acho que a imagem que você usou nesse post é uma das poucas verdades indubitáveis da vida...

Dinorah disse...

Como é difícil, mas sobrevivendo, descobre-se uma força maravilhosa que nunca imaginamos que pedéssemos ter.Gostei do post.