terça-feira, junho 23, 2009

Vida congelada

Nego critica os pobres eminhos que enchem seus fotologs (ainda existe flogão??) e orkut de autofotos e bota a culpa nas câmeras e na inclusão digitais. Claro que minha cara derrete de vergonha também, mas eu amo as cameras e a inclusão digitais e as autofotos. Eu tiro milhares de autofotos que fariam sua cara derreter de vergonha também.

Eu gosto de congelar os momentos todos. Tiro foto de tudo, da roupa nova, da maquiagem bonita, da maquiagem cagada, da casa arrumada ou desarrumada, das flores, do cocô de cachorro que parece uma arroba. A diferença de mim pros eminhos é que eu não tenho flogão e guardo a maioria dessas imagens só comigo.

Antes, a gente não podia fazer isso. Porque câmera custava caro, filme custava caro, revelar o filme custava caro. Eu tenho tipo 3 fotos da minha infância. Não sei se meus filhos serão belos porque não sei se fui um bebê bonitinho. E isso me dói. Eu tenho lua em câncer e me agarro ao passado com um desespero fora do comum. Gosto de ver, pegar, cheirar, chorar em cima do que não volta nunca mais. Por isso congelo tudo em milhares de fotos.

Pra ver cada ruga nova, pra lembrar de um olhar azul que me encantava, pra saber qual cor vai bem com qual, para rir de novo do que aconteceu ha tanto tempo. Mas principalmente porque tudo isso me faz ter vontade de tirar fotos novas. E para isso é preciso viver.

3 comentários:

comocadadia disse...

Eu nem posso falar nada pq ver perfis bizarros no orkut é minha diversão nas horas de baixa auto-estima! Não são só as caras e bocas, tem coisas mais inexplicáveis tb. Não sei se vc chega até os confins mais sujos do orkut, mas o que tem de gente baranga de calcinha e sutiã não está na história!! Me racho de rir! xD

Momento Descontrol disse...

Hahahaha, sim, eu adoro esses perfis também!

Caroline disse...

me identifiquei demais com o "eu tenho lua em câncer" hahahah
seus textos são muito bons. parabéns!