quarta-feira, setembro 23, 2009

Se nada mais der certo

Sempre me incomodou muitíssimo não ter um talento secundário pra explorar caso nada mais dê certo. Sabe aquela coisa de "se nada mais der certo, eu vou vender coco na praia"? Eu não sei fazer mais nada além daquilo que me formei pra aprender a fazer e correlatos. Não posso pensar em vender nada na praia porque sou péssima comerciante, tenho vergonha de cobrar o justo, como o estoque inteiro, fico com preguiça e quero ir tomar banho de mar...

Mas todo mundo parece ter um plano B. Como a minha amiga Lizandra, que sempre disse que se nada mais desse certo, viraria taxista. Mas acabou virando roteirista e sopeira. E olha que o plano A dela nem deu errado. Ou o Sassê, que pode virar pintor ou professor de esperanto, ou a Casé, que pode virar sushi girl ou motogirl. Enfim. Todo mundo tem talentos secundários, menos eu.

Mas isso acaba de mudar. Se nada mais der certo, eu viro cozinheira. Eu já sabia que a minha receita de rabanadas era a melhor do mundo. Agora, acabei de inventar o melhor arroz doce do mundo. É óbvio que comi a panela toda, mas estamos em fase de testes, então ninguém pode me recriminar por isso. Eu preciso garantir a qualidade do produto. E eu GARANTO que ninguém nunca comeu um arroz doce desse tipo, do tipo fruto proibido. E graças a eles dois, se nada mais der certo, eu não precisarei vender um rim ou me prostituir.

Ok, não é um cardápio mega variado. Não é que eu seja assim uma cozinheeeeira, nossa, quantos pratos ela faz. Mas já é um começo, né? Já é algo pra eu me agarrar. No mínimo, se nada mais der certo e eu ficar pobre, sozinha e enrugada, prontinha pra ser devorada pelos gatos, já poderei esperar por isso na companhia de comidinha gorda e boa.

6 comentários:

Thiago Padula disse...

Nem me fale, fiquei vinte e tantos anos procurando um plano A pra no fim ter que me agarrar ao SharePoint como se fosse um cipó na corredeira. Mas o plano B já tá quase no jeito, só preciso que a Maria pare de devorar meus venenos de rato.

sasse disse...

vai a merda que quem escreve bem assim não precisa de plano B.

maaaaaas, já que você encontrou o seu, deveria ser mais generosa e chamar os amigos pra tomar parte nos experimentos.

enquanto pode.

(meu plano C inclui chantagem.)

Momento Descontrol disse...

Não gosto nem de imaginar que tipo de plano envolve a MAria e veneno de ratos, Padula.

Sassê, seu lado chantagista muito me judia. Farei um carregamento de arroz doce pra você levar e continuar bem fornido.

Kel disse...

Também to no time das sem-talentos-secundários, e por isso acabei adepta do se nada der certo viro cafetina, assim ganho dinheiro com a bunda dos outros!

xD

Ah, não sei fazer rabanada mas meu Strogonoff recebe elogios constantemente!!!

Beijos

isa disse...

se você vender bastante arroz doce nas festas juninas, pode conseguir dinheiro suficiente para sobreviver até o natal, quando poderá vender bastante rabanada e ter com o que viver até junho de novo...

isa disse...

ah, e o meu plano B é virar mendiga (ou anarco-punk-primitivista, dá no mesmo)